Visitantes Totais19092

Desde 2010 plantamos 4633 árvores

Localização

A área de adernal, o habitat relíquia que é alvo dos trabalhos de conservação do projeto é aquela que foi identificada pela equipa da Universidade de Aveiro no âmbito dos trabalhos que de investigação que antecederam a candidatura e que corresponde, grosso modo, a cerca de 17 ha. Nesta área, os objetivos de projeto incluem o controlo e erradicação de exemplares arbóreos e herbáceos de espécies invasoras, sempre que necessário acompanhado de reforços com espécies autóctones características do habitat.

Tendo desde logo em conta a informação pré-projeto relativa à distribuição de espécies invasoras, previu-se igualmente um conjunto de trabalhos fora da área de adernal no sentido de controlar núcleos/povoamentos de invasoras arbóreas existentes na envolvente. Na sua maioria situados na zona do Pinhal do Marquês, estas áreas foram destinadas a reconversão ecológica, dado o avançado estado de degradação, em paralelo com intervenções de controlo igualmente exigentes, com diferentes graus de intensidade, nas áreas envolventes à distribuição do adernal.

Já com o projeto em execução, e com base numa análise atualizada da situação, tanto por parte da equipa da FMB como dos novos inventários realizados pela UA, foi definido um macro-zonamento das parcelas a intervencionar, e das tipologias de trabalhos a desenvolver em cada, que se encontra disponível para consulta neste site, na área de downloads

Esse zonamento, e o respetivo programa de ações, inclui as seguintes tipologias/áreas:
• áreas sociais;
• áreas de conservação;
• áreas de conservação/valorização;
• áreas de controlo de invasoras/beneficiação;
• áreas de monitorização de invasoras;
• áreas de valorização/reconversão ecológica.

 

FaLang translation system by Faboba
joomla template 1.6

PARCEIROS