Os colaboradores do projeto social Roda Viva, da Câmara Municipal da Mealhada, plantaram, hoje de manhã, 263 árvores e arbustos, na Mata Nacional do Bussaco, em apenas duas horas, no decorrer de uma atividade que encerra o programa da Semana de Luta contra a Pobreza, promovido pela referida autarquia.

Esta ação de plantação enquadra-se no projeto de reflorestação que a Fundação Mata do Bussaco (FMB) tem vindo a desenvolver na referida Mata Nacional, que é candidata à classificação de Património Mundial da UNESCO.
Recorde-se que todo o trabalho de limpeza e reabilitação da Mata decorre no âmbito do projeto BRIGHT - “Bussaco´s Recovery from Invasions Generating Habitat Threats”, com o apoio do Programa LIFE+.
Com a sua execução, a FMB visa a conservação/valorização de um habitat relíquia: o adernal, cuja distribuição mundial se circunscreve aos escassos hectares existentes no Bussaco; o controlo/erradicação de flora exótica invasora que ameaça o adernal e demais espécies/habitats da Mata, através de trabalhos de continuidade centrados no ensaio e aplicação de novas práticas de controlo, dirigidas a espécies arbóreas e herbáceas, algumas das quais nunca aplicadas no contexto nacional e outras apenas a escalas mais reduzidas; o envolvimento ativo, nas atividades de conservação/valorização e controlo/erradicação, de diversos públicos e entidades, e da sociedade civil em geral (residentes, alunos, turistas, entre outros), com a perspetiva de assegurar o exercício de uma cidadania ativa e responsável em prol da conservação da natureza e da biodiversidade.

Bussaco, 22 outubro de 2016

O administrador-delegado da Securitas, Jorge Couto, plantou uma árvore (Carvalho Alvarinho, Quercus Robur), hoje, no Pinhal do Marquês, em plena Mata Nacional do Bussaco (Luso, Mealhada).

A plantação enquadra-se no projeto de reflorestação que a Fundação Mata do Bussaco (FMB) tem vindo a desenvolver na referida Mata Nacional, que é candidata à classificação de Património Mundial da UNESCO.

Pedro Abrunhosa, Marisa Liz (Amor Electro), Assunção Cristas, Maria de Belém e Rui Reininho foram apenas algumas das figuras públicas nacionais que plantaram recentemente árvores no Bussaco. Recentemente, também uma equipa de futebol dos Emirados Árabes Unidos plantaram uma árvore no Bussaco.

Bussaco, 12 outubro de 2016

IMG 1438

O presidente do IAPMEI (Agência para a Competitividade e Inovação, I.P.), Miguel Cruz, plantou uma árvore, hoje, na Mata Nacional do Bussaco. A plantação enquadra-se no projeto de reflorestação que a Fundação Mata do Bussaco (FMB) tem vindo a desenvolver na referida Mata Nacional, que é candidata à classificação de Património Mundial da UNESCO. Pedro Abrunhosa, Marisa Liz (Amor Electro), Assunção Cristas, Maria de Belém e Rui Reininho foram apenas algumas das figuras públicas nacionais que plantaram recentemente árvores no Bussaco. 

Recorde-se que todo o trabalho de limpeza e reabilitação da Mata decorre no âmbito do projeto BRIGHT - “Bussaco´s Recovery from Invasions Generating Habitat Threats”, com o apoio do Programa LIFE+. Com a sua execução, a FMB visa a conservação/valorização de um habitat relíquia: o adernal, cuja distribuição mundial se circunscreve aos escassos hectares existentes no Bussaco; o controlo/erradicação de flora exótica invasora que ameaça o adernal e demais espécies/habitats da Mata, através de trabalhos de continuidade centrados no ensaio e aplicação de novas práticas de controlo, dirigidas a espécies arbóreas e herbáceas, algumas das quais nunca aplicadas no contexto nacional e outras apenas a escalas mais reduzidas; o envolvimento ativo, nas atividades de conservação/valorização e controlo/erradicação, de diversos públicos e entidades, e da sociedade civil em geral (residentes, alunos, turistas, entre outros), com a perspetiva de assegurar o exercício de uma cidadania ativa e responsável em prol da conservação da natureza e da biodiversidade.

Bussaco, 30 setembro de 2016

IMG 1276 IMG 1254

Dezasseis voluntários do Corpo Nacional de Escutas do agrupamento 221 de Anadia e do Grupo de Jovens de Barcouço (Mealhada) percorreram, este fim de semana, o Trilho das Invasoras e participaram em ações de arranque de acácias, na Mata Nacional do Bussaco.
As iniciativas decorreram no âmbito do projeto BRIGHT - “Bussaco´s Recovery from Invasions Generating Habitat Threats” / Programa LIFE+.
A próxima iniciativa está agendada para a manhã de 15 de outubro. Nesse dia, venha conhecer o Trilho Adernal.
Inscreva-se: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Bussaco, 18 setembro de 2016

 Voluntariado CNE baixa resol 2

 

O presidente do Conselho de Administração da Luís Simões, S.G.P.S., SA, José Luís Simões, plantou uma árvore, hoje, na Mata Nacional do Bussaco. Uma iniciativa enquadrada no projeto de reflorestação que a Fundação Mata do Bussaco tem vindo a desenvolver nesta floresta, que é candidata à classificação de Património Mundial da UNESCO.

Recorde-se que todo o trabalho de limpeza e reabilitação da Mata decorre no âmbito do Projeto BRIGHT (Bussaco´s Recovery from Invasions of Generating Habitat Threats), com o apoio do Programa LIFE+. Com a sua execução, a FMB visa a conservação/valorização de um habitat relíquia: o adernal, cuja distribuição mundial se circunscreve aos escassos hectares existentes no Bussaco; o controlo/erradicação de flora exótica invasora que ameaça o adernal e demais espécies/habitats da Mata, através de trabalhos de continuidade centrados no ensaio e aplicação de novas práticas de controlo, dirigidas a espécies arbóreas e herbáceas, algumas das quais nunca aplicadas no contexto nacional e outras apenas a escalas mais reduzidas; o envolvimento ativo, nas atividades de conservação/valorização e controlo/erradicação, de diversos públicos e entidades, e da sociedade civil em geral (residentes, alunos, turistas, entre outros), com a prespectiva de assegurar o exercício de uma cidadania ativa e responsável em prol da conservação da natureza e da biodiversidade.

O empresário e a empresa
José Luís Simões é um empresário de sucesso que recebeu do presidente da República, em 2006, a condecoração de Oficial da Ordem de Mérito Comercial.
Já a empresa Luís Simões, fundada há 68 anos, é um operador logístico de referência, líder no mercado de fluxos rodoviários entre Portugal e Espanha, possuindo uma frota de cerca de dois milhares de viaturas. Ao todo possui 20 armazéns que superam os 300.000m² de capacidade instalada, em 10 regiões diferentes da Península Ibérica e mais de 1500 colaboradores.

Bussaco, 16 setembro de 2016

Plantação Luís Simões Plantação Luís Simões 2

Uma ação de voluntariado da Academia Juvenil da Cades decorre, hoje, ao abrigo do Projeto Bright (http://www.fmb.pt/bright/index.php/pt/), na Mata Nacional do Bussaco. A iniciativa desenrola-se no âmbito da 3ª edição da atividade “Ainda Estou de Férias” e engloba um grupo constituído por mais de duas dezenas de jovens que realizam, na zona dos Viveiros da Mata, sementeiras e ações de controlo de espécies invasoras. A FMB agradece o apoio e enaltece o esforço e dedicação demonstrados em prol de um bem que é de todos.

 

 

 


A Esplanada da Mata, no dia 27 de agosto, foi palco da peça de teatro "Estendal de Contos" levada à cena pela companhia AtrapalhArte. O espaço tornou-se pequeno face à grande adesão de público que não quis perder a oportunidade de assistir a um espetáculo que incluiu dois contos: 'A Princesa e a Ervilha', de Hans Christian Andersen, e 'Os Músicos de Bremen', dos Irmãos Grimm. No final da atuação e após muitas gargalhadas e aplausos, era evidente o clima de boa disposição que o evento proporcionou a todos os presentes.

Buçaco, 29 de agosto de 2016

 

 

A Câmara Municipal da Mealhada aprovou, na última reunião do Executivo, o protocolo de colaboração com os municípios de Anadia, Águeda e Mortágua para a comparticipação da construção do posto de vigia do Moinho do Pisco.

O protocolo estabelece que as obras ficam a cargo da Câmara Municipal de Anadia, cabendo aos restantes municípios uma comparticipação financeira de 5.300 euros cada, totalizando a intervenção 21.200 euros. O Posto de vigia do Moinho do Pisco, situado numa área de confluência de serras destes quatro municípios, integrava a Rede Nacional de Postos de Vigia (RNPV), coordenada pela Guarda Nacional Republicana. A estrutura de ferro do posto de vigia, com cerca de 16metros, foi furtada em 2012, ficando o mesmo desativado. Só este acordo financeiro entre municípios possibilitou a sua reconstrução, reativação e consequente integração na Rede Nacional. Este posto de vigia é de crucial importância para a prevenção de incêndios nestas zonas de contínuo florestal de eucalipto e particularmente para o município da Mealhada, dada a proximidade com a Mata Nacional do Buçaco e a necessidade de preservar o seu património natural e arquitetónico.

Fonte: C.M.M.

Buçaco, 29 de agosto de 2016

 

 

Dirigentes e jogadores do AL Khaleej Club, equipa de futebol dos Emirados Árabes Unidos que está a estagiar no Luso (Mealhada), plantaram uma árvore na Mata Nacional do Bussaco, numa das parcelas de terreno protegidas no âmbito do Projeto Bright (Bussaco´s Recovery of Invasions Generating Habitat Threats). O cônsul daquele país em Portugal juntou-se à comitiva na visita à nossa floresta a ajudou também a plantar um cedro.
A comitiva ficou encantada com a beleza da Mata e muito interessada em saber pormenores sobre o Palace Hotel, que classificou como "um edifício absolutamente encantador".

Bussaco, 26 de agosto de 2016

IMG 0788 

Pág. 6 de 11
facebook icon  youtube icon  tripadvisor icon
Top