3200 Pessoas usufruíram das atividades do CIA em menos de um ano de funcionamento

Cerca de 3200 pessoas desfrutaram das atividades desenvolvidas pelo Centro de Interpretação Ambiental (CIA) em menos de um ano de funcionamento.

Encerrado para férias e para a preparação do novo ano letivo, o balanço do primeiro ano de funcionamento do CIA é positivo e ultrapassou, claramente, as expetativas. Desde Outubro, passaram pelo CIA 3200 pessoas, desde crianças do pré-escolar a alunos do primeiro e segundo ciclos, de alunos do secundário a adultos e idosos. E não só do concelho da Mealhada, como dos vizinhos Anadia, Coimbra e Águeda, e de outros mais distantes como Arganil, Espinho e Gondomar.As atividades desenvolvidas, sempre ligadas à sensibilização ambiental, incluem jogos, oficinas, conferências e sessões de sensibilização e percursos de descoberta da natureza. E têm como temas principais a água, a floresta, o reino animal, os resíduos, a horta e jardinagem, o ambiente e a natureza no seu todo.

O Centro de Interpretação Ambiental, inaugurado em outubro de 2015, é um espaço lúdico e educativo, equipado com modernos meios audiovisuais e preparado para realizar as mais diversas atividades pedagógicas. É um espaço aberto a toda a comunidade, mas com especial relevância para as crianças e jovens. Situado junto ao Parque da Cidade, tira partido deste espaço verde e vice-versa, proporcionando inclusive atividades diárias, como o peddy-paper, a quem por ali passe, sem necessidade de marcação prévia. ““O volume e o nível de atividades desenvolvidas no CIA demonstram como este se transformou numa ferramenta essencial à comunidade educativa, pois possibilita colocar em prática um conjunto de atividades complementares à prática letiva. E permite também a utilização de diversos utensílios e máquinas que habitualmente não estão acessíveis à maioria dos cidadãos. É uma aposta ganha para o Município”, sublinha Guilherme Duarte, vice-presidente daa autarquia.O CIA, gerido em parceria com a Fundação Mata do Buçaco, tem como missão informar e sensibilizar os cidadãos para a problemática ambiental, promovendo a mudança de comportamentos e de atitudes, para que toda a comunidade saiba lidar com os desafios do desenvolvimento sustentável. As atividades ali desenvolvidas procuram despertar a curiosidade para o conhecimento e compreensão do meio natural, interiorizar atitudes e valores respeitantes à sociedade de consumo e estimular o desenvolvimento de atitudes responsáveis com a preservação dos recursos naturais, contribuir para a formação de uma cidadania ambientalmente mais consciente e informada e dar a conhecer o património natural, sensibilizando para a valorização e preservação dos recursos naturais do concelho de Mealhada e da região.

Fonte: C.M.M.

Mealhada, 23 agosto de 2016

 

20160617 102813

 

facebook icon  youtube icon  tripadvisor icon
Top