Rui Veloso e Luís de Matos plantam árvores no Bussaco

- Músico e mágico elogiaram a imponência da Mata Nacional

Rui Veloso e Luís de Matos plantaram duas árvores, ontem à tarde, na Mata Nacional do Bussaco (Luso, Mealhada) e não pouparam rasgados elogios à imponência e ao esplendor da floresta e do seu património edificado.
O músico do Porto plantou um azereiro (Prunus lusitanica), na Fonte do Carregal, junto ao Palácio do Bussaco. Logo de seguida, mesmo ao lado, a meia dúzia de metros de distância, o mágico plantou um cedro (Cupressus lusitanica).
As plantações decorreram num ambiente de grande animação e bom humor, sob a presença dos presidentes da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, e da Fundação Mata do Bussaco, António Gravato, e de um grupo de fãs das duas figuras públicas.
Um fã de Rui Veloso brincou com o músico e compositor, provocando-o em alta voz, com sotaque a denunciar a sua origem do norte: “não percebes nada de agricultura. Nem sabes pegar numa enxada!”. O músico não perdeu tempo a responder, provocando risos nos presentes: “anda cá que eu ensino-te a pegar numa guitarra!”.
Já Luís de Matos mostrou mais jeito para plantar árvores e, por isso, ouviu algumas “bocas” de Rui Veloso: “vê lá se fazes desaparecer a minha árvore!”. Recorde-se que o ilusionista tem o curso de Produção Agrícola e chegou mesmo a ser docente na Escola Superior Agrária de Coimbra.
Esta iniciativa de plantação de árvores enquadra-se no projeto de reflorestação que a FMB tem vindo a desenvolver na referida Mata Nacional, que é candidata à classificação de Património Mundial da UNESCO e foi a primeira floresta pública portuguesa a receber a certificação FSC (gestão florestal ambientalmente adequada, socialmente benéfica e economicamente viável).
Pedro Abrunhosa, Marisa Liz (Amor Electro), Assunção Cristas, Maria de Belém, José Cid, Rui Reininho, Marco Paulo e Sofia Aparício foram apenas algumas das figuras públicas nacionais que plantaram recentemente árvores no Bussaco. Também uma equipa de futebol dos Emirados Árabes Unidos e um grupo de investigadores chineses plantaram uma árvore, recentemente, no Bussaco.

Recorde-se que todo o trabalho de limpeza e reabilitação da Mata decorre no âmbito do projeto BRIGHT - “Bussaco´s Recovery from Invasions Generating Habitat Threats”, com o apoio do Programa LIFE+. Com a sua execução, a FMB visa a conservação/valorização de um habitat relíquia: o adernal, cuja distribuição mundial se circunscreve aos escassos hectares existentes no Bussaco; o controlo/erradicação de flora exótica invasora que ameaça o adernal e demais espécies/habitats da Mata, através de trabalhos de continuidade centrados no ensaio e aplicação de novas práticas de controlo, dirigidas a espécies arbóreas e herbáceas, algumas das quais nunca aplicadas no contexto nacional e outras apenas a escalas mais reduzidas; o envolvimento ativo, nas atividades de conservação/valorização e controlo/erradicação, de diversos públicos e entidades, e da sociedade civil em geral (residentes, alunos, turistas, entre outros), com a perspetiva de assegurar o exercício de uma cidadania ativa e responsável em prol da conservação da natureza e da biodiversidade.

Bussaco, 10 de abril de 2017

Luís M

facebook icon  youtube icon  tripadvisor icon
Top