3º LIVING BUSSACO – AÇÃO DE VOLUNTARIADO

Fundação Mata do Bussaco e a  Living Place - Animação Turística vão organizar mais uma ação de voluntariado, no âmbito do Dia da Floresta Autóctone, no próximo dia 23 de novembro, entre as 9h30 e as 16h00, na Mata Nacional do Bussaco.

À semelhança de anos anteriores, a 3ª edição do evento, conta com a orientação de uma equipa multidisciplinar constituída por colaboradores da Fundação Mata do Bussaco e elementos da Living Place.

A iniciativa, aberta a toda a comunidade, pretende sensibilizar para a importância da valorização do património natural da região e para a adoção e prática regular de hábitos saudáveis e de responsabilidade social.

Programa:
9h15: Ponto de Encontro - Em frente à Loja dos Produtos da Mata
9h30 - 12h30 - Manutenção e Limpeza da zona a ser intervencionada
12h30 - 14h00 - Almoço partilhado
13h45: Ponto de Encontro - Frente à Loja dos Produtos da Mata
14h00 - 16h00 - Plantação de Árvores

O evento é de participação gratuita, sendo de inscrição obrigatória - passível de ser efetuada via web/online.

Inscrições online:
https://forms.gle/NPmivMiyfWcge4ok6

Cada participante é responsável por assegurar o seu próprio Transporte, Almoço e material de trabalho, nomeadamente, Luvas.

Nota:
- É aconselhável trazer alimentos para ingerir a meio da manhã (fruta, barras energéticas, sandes)
- A organização agradece a quem participou no “1º Living Bussaco” que tragam a t´shirt entregue nessa edição. 

Conferência internacional reúne especialistas europeus no Bussaco

Uma comitiva de especialistas estrangeiros, composta por representantes da Suécia, Finlândia e Luxemburgo, que está, desde ontem, na região, para participar na conferência internacional "Economia Verde – Uso Múltiplo da Floresta" (Green Economy – Multiple Use of Forest), que decorre até 25 de outubro. Da ordem de trabalhos fez parte uma sessão de esclarecimento sobre a Mata Nacional do Bussaco, uma visita guiada pela floresta e ainda a plantação simbólica de um aderno (Phillyrea latifolia L.) na zona da Cruz Alta.

O objetivo principal do evento é a criação de uma rede de troca de experiências e conhecimento sobre boas práticas, produtos e serviços relacionados com a economia verde e o uso múltiplo da floresta.

A comitiva foi recebida pela parceria composta pelos GAL – Grupos de Ação Local AD ELO (concelhos de Cantanhede, Mealhada, Mira, Montemor-o-Velho, Figueira da Foz e Penacova), Adices (Águeda, Carregal do Sal, Mortágua, Santa Comba Dão e Tondela) e Dueceira (Lousã, Miranda do Corvo, Penela e Vila Nova de Poiares).

Bussaco, 22 de outubro de 2019

Colaboradores do Centro Distrital da Segurança Social de Aveiro trocaram o escritório pela floresta do Bussaco

Meia centena de colaboradores do Centro Distrital da Segurança Social de Aveiro estiveram na Mata Nacional do Bussaco a realizar um voluntariado. Focado na limpeza e remoção de ramos e troncos na zona do Arboreto, junto às Portas de Sula, o grupo cumpriu com distinção os objetivos inicialmente traçados para a atividade, sempre com muita animação e espírito de camaradagem. A tarefa culminou com a plantação simbólica de um azereiro, gentilmente oferecido pela Sociedade Água de Luso, para mais tarde recordar. Para terminar, houve ainda lugar a um merecido almoço, na Fonte Fria, a fim de todos recuperarem de um exigente passeio guiado pela floresta encantada.

Bussaco, 24 de outubro de 2019

Vai perder a oportunidade de participar nesta atividade tão importante para o equilíbrio deste ecossistema?

Participe. As inscrições são gratuitas!

Participe nesta atividade que visa o desenvolvimento de um programa de voluntariado de apoio ao restauro dos habitats e paisagens da Mata Nacional do Bussaco, mormente na promoção e conservação daqueles que se encontram na floresta nativa relíquia.
Trata-se de um plano de conservação promovido pela Fundação Mata do Bussaco, contando com o apoio da associação Plantar uma Árvore, num evento realizado no âmbito do "Sement Event".

Increva-se em: https://plantarumaarvore.org/…/saida-de-campo-na-mata-naci…/

O pivô do Canal 11, Rui Almeida, um dos nomes incontornáveis do jornalismo desportivo nacional, vai plantar uma árvore na Mata Nacional do Bussaco, no próximo dia 30, no âmbito do projeto "Criar Raízes".

Marque já na sua agenda e venha assistir!

Cantora vai plantar uma árvore na Mata Nacional do Bussaco, no âmbito do projeto " Criar Raízes".

A senhora Embaixadora de Cuba em Portugal, Mercedes Martínez Valdés, esteve de visita à Mata Nacional do Bussaco.

A diplomata deixou o seu apoio e uma ligação emocional à Mata sublinhada com a plantação de um azevinho, na zona da Fonte de Santa Teresa.

Bussaco, 5 novembro de 2019

 

Convento de Santa Cruz e Capelas da Via-Sacra reabilitados com investimento de um milhão de euros

Foi inaugurada, esta manhã, a obra de "Requalificação e valorização da Mata Nacional do Bussaco - Recuperação do Convento de Santa Cruz e Capelas dos Passos da Via-Sacra", um investimento global de cerca de um milhão de euros. A empreitada, adjudicada a uma empresa especializada na reabilitação, conservação e restauro do património construído, englobou trabalhos de conservação e restauro em fachadas, paredes e tetos interiores, recuperação de vãos interiores e exteriores, recuperação de coberturas e intervenções pontuais de correção em drenagem de águas pluviais e em pavimentos. Toda a empreitada, iniciada em março de 2018, obedeceu aos projetos aprovados pela Direção Regional da Cultura do Centro. O investimento global rondou um milhão de euros, sendo uma parte suportada por fundos comunitários (Programa Centro 2020) e outra pela Câmara Municipal da Mealhada. Rui Marqueiro, presidente da Câmara Municipal da Mealhada, sublinhou que a reabilitação e preservação da Mata Nacional do Bussaco será sempre uma prioridade para a Autarquia, adiantando que as próximas áreas a intervencionar serão as garagens do Palace, o chalet de Santa Teresa e a igreja do Convento de Santa Cruz. A secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, que inaugurou as obras, sublinhou o compromisso transversal que deve existir em torno do património. "Se nesta visão com que nos comprometemos, o património deve ser também um veículo transformador da sociedade e dos territórios, se o património é verdadeiramente de todos, então o património requer os esforços de todos. Dar futuro ao património e, dessa forma, à cultura de um país, compromete-nos a todos", referiu.Também presente na inauguração, o Bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, destacou o "valor ímpar do Bussaco como um todo, absolutamente distinto no país e no mundo" e enalteceu "o projeto que tem vindo a ser realizado com a colaboração de muitas entidades públicas e privadas". Recorde-se que os imóveis reabilitados são património do Estado, encontrando-se os mesmos afetos à Fundação Mata do Bussaco há cerca de 10 anos, por via do usufruto constituído por força do Decreto-Lei n.º 120/2009, de 19 de maio. Contudo, para que as obras avançassem de facto - algo commumente aceite por todos como urgente há vários anos -, teve a Câmara da Mealhada de se substituir ao papel do próprio Estado.

Bussaco, 19 de julho de 2019

Pág. 1 de 14
facebook icon  youtube icon  tripadvisor icon
Top